THX 1138


Filme desconhecido entre o público geral, mas uma verdadeira referência para os fãs de ficção científica, THX 1138 foi o primeiro filme dirigido por George Lucas, uma mistura curiosa entre Admirável Mundo Novo e 1984, com um visual único e extraordinário (que se torna ainda mais admirável sabendo que é uma produção de baixo orçamento). Aqui, Lucas faz o que (infelizmente) seria a antítese do que começou a realizar: o filme é muito mais preocupado com os personagens do que com o mundo que os cercam.

No futuro, as pessoas são colocadas em quartos aleatórios com companheiros selecionados por computador. O sexo é extremamente proibido, a religião e o governo estão praticamente fundidos, e a maneira encontrada para manter os cidadãos em controle é dando sedativos.

THX 1138 (Robert Duvall) tem suas doses de sedativos retiradas secretamente pela sua companheira de quarto. Decididos a fugirem juntos, seus planos são atrapalhados por SEN (Donald Pleasence, genial), um trabalhador que consegue alterar dados governamentais para seu proveito, e que depois da morte de sua companheira de quarto, decide que THX deve ir morar com ele. 

A trama que pode parecer simples, na verdade é carregada de significados (como toda boa ficção científica), e o maior acerto do roteiro escrito por Lucas e Walter Murch é a maneira gradual com que vamos descobrindo a extensão dos poderes absurdos que o governo detém sobre a população, e consequentemente, a dificuldade dos protagonistas de se verem livres de tudo aquilo. 

A frieza com que o filme é conduzido compromete um pouco o ritmo da história, mas isso pode ser facilmente perdoado pela ousadia e criatividade demonstrada: afinal, o que pode ser dito sobre as cabines que, lembrando o Big Brother de 1984, traz uma figura parecida com a de Jesus Cristo e mistura mensagens religiosas com ordens políticas?

E como não admirar a abertura que mostra um episódio de Buck Rogers e "seu futuro maravilhoso", que dará contraste em tudo que veremos a partir dali?

NOTA: 10

3 comentários:

James Lee disse...

Realmente não conhecia o filme, mas depois desta fiquei muito curioso,gosto de filmes com estilo futurista e etc. Enfim, tenho muuuito que ver!!

annastesia disse...

Infelizmente desconhecido. Excelente filme. Acho muito mais interessante do que American Graffiti (que todo mundo lembra). Só lamento! Não sabem o que estão perdendo!

Wally disse...

Este filme é uma grande pendência minha, sempre fui muito curioso para conferi-lo. Ótimo seu texto.

Real Time Web Analytics