O Aprendiz de Feiticeiro


Poderia ser um filme grandioso e divertido, e tinha muito mais chances de ser "o próximo Piratas do Caribe" da Disney, ou pelo menos, muito mais chances que o péssimo Príncipe da Pérsia. Mas resolveram entregar este O Aprendiz de Feiticeiro para o diretor Jon Turteltaub, cujo melhor filme foi Jamaica Abaixo de Zero, e deu no que deu. O filme é chato, quase sonolento e tem pouquíssima graça.

Contando com elenco excelente, que inclui Nicolas Cage, Alfred Molina e Monica Bellucci, o filme foi a grande oportunidade para o ótimo Jay Baruchel, de Menina de Ouro, Trovão Tropical e Ligeiramente Grávidos. Pena que o esforço do ator não sirva para muita coisa (e o mesmo pode ser dito para todo o elenco, infelizmente).

O filme não é de todo ruim, tem bons efeitos especiais, uma fotografia belíssima, e tem seus momentos divertidos. O melhor deles, é o que o filme claramente homenageia a versão feita com o Mickey perdendo o controle da faxina mágica, mas isso não é o suficiente. Aliás, para um filme com feiticeiros e magias, há bem pouca criatividade nesse sentido. O único momento inspirado é quando o personagem de Molina aplica a magia do espelho numa perseguição de carros. Mas, infelizmente, nada que faça diferença no final das contas.

NOTA: 4

0 comentários:

Real Time Web Analytics