Wall Street - O Dinheiro Nunca Dorme


Ótima continuação do clássico Wall Street, também dirigido por Oliver Stone em 1987. Aliás, uma volta digna do diretor, depois da pior fase de sua carreira, capitaneada por Alexandre e As Torres Gêmeas. Wall Street - O Dinheiro Nunca Dorme é o melhor filme de Stone desde os já distantes Reviravolta e Um Domingo Qualquer (que, por sinal, também já não tinham a mesma qualidade das obras antigas do diretor, vejam só...).

Agora, reencontramos o clássico Gordon Gekko depois de 8 anos na prisão e lançando um livro, cujo título já questiona o seu lema no filme anterior: A Ganância é Boa? Ele acaba sendo surpreendido por Jacob Moore (Shia LaBeouf), um rapaz de Wall Street decidido a se vingar pela morte do seu tutor (vivido por Frank Langella), que se matou depois de ter a empresa desvalorizada por um boato. Moore e Gekko fazem um acordo: Gekko ajudará o rapaz na vingança, enquanto Moore, que está noivo da filha de Gordon, irá tentar reaproximá-los.

Utilizando a crise financeira como pano de fundo para a história de maneira inteligente, o filme é muito bem comandado por Stone, que apesar de criar um visual até discreto se compararmos a outras de suas obras, realiza um trabalho impecável com gráficos que se misturam a paisagens de Nova York, ou letreiros que passam na frente do rosto dos personagens, além de cenas inusitadas, como ao fazer a câmera "subir" um prédio por fora e iniciar a cena com um jogo de espelhos com o reflexo das janelas, logo no início. E como não admirar o momento em que durante um monólogo de um personagem que lamenta sua vida atual no mercado financeiro, a câmera desvia do ator, para mostrar algumas crianças brincando num parque?

O elenco está fabuloso, com óbvio destaque para Michael Douglas. Shia LaBeouf finalmente impressiona com uma caracterização (e não apenas diverte pelo carisma), enquanto Josh Brolin mostra, mais uma vez, que é um ator a ser levado cada vez mais a sério. E se Susan Sarandon diverte com sua personagem sem noção (mas tristemente, real), Carey Mulligan tem a triste tarefa de interpretar a personagem mais malinha da história. 

Muitos tem criticado o final do filme. Eu gosto do final, meu problema é com a última cena, que parece ter saído de alguma tele novela, e querendo ou não, dá uma certa brochada ao fim de uma jornada regada de frieza, inteligência e crueldade. Mas, no final das contas, o saldo é muito mais positivo. E como não admirar uma continuação que feche arcos dramáticos de maneira tão irônica, quanto a mostrada pela ponta de Charlie Sheen?

Oliver Stone: seja bem-vindo de volta. Só espero que seja para ficar.

NOTA: 8,5

2 comentários:

Livia disse...

A parte mais legal de ler críticas é descobrir como as pessoas podem ter uma visão tão diferente da sua...

Esse filme me deixou com uma vergonha alheia mta aguda pelo oliver stone. o último filme que tinha visto dele foi "assassinos por natureza", e não dá nem para colocar no mesmo patamar.

A pior parte de "Wall Street 2.0" para mim, não foi o fato de acabar com um beijo, ou as metáforas "sutis" com a bolha de sabão, ou mesmo o ritmo arrastado. mas a edição. oh, Deus, a edição. foi um estagiário que fez, né? pq me recuso a acreitar que alguém com um pouco mais de experiência teria colocado tanta coisa na tela.

marlene disse...

Desculpe pelo comentário off-topic, mas a causa é boa:
Acontece amanhã, 8 de novembro, em toda a Rede Cinermark (428 salas dos 52 complexos) o XI Projeta Brasil Cinemark que exibirá as principais produções brasileiras lançadas entre novembro de 2009 e outubro de 2010. Os espectadores poderão assistir a filmes nacionais por apenas R$ 2. Entre os longas-metragens do XI Projeta Brasil estão títulos como ‘Tropa de elite 2’, ‘Nosso Lar’, ‘Chico Xavier’, ‘Sonhos Roubados’, ‘Xuxa em O Mistério de Feiurinha’ e ‘É proibido Fumar’. Ao todo, mais de 30 filmes estarão disponíveis para o espectador. A programação completa e demais informações você encontra no site do Projeta Brasil: http://www.cinemark.com.br/acao/projetabrasil.html. O vídeo está disponível para link ou download no YouTube: http://migre.me/23oOA

Real Time Web Analytics