Tudo Pode Dar Certo


Inteligente e hilariante, Tudo Pode Dar Certo é a melhor comédia de Woody Allen em muitos anos, pra não dizer décadas. O filme funciona de maneira perfeita, o timing cômico dos atores e tão preciso quanto a montagem. E Woody Allen também se supera na escolha do elenco, principalmente em chamar o talentoso Larry David para ser o protagonista. (E você que não conhece Larry David, saiba que ele criou a série Seinfeld). 

Tudo Pode Dar Certo conta a história de Boris, um gênio que quase ganhou um prêmio Nobel que tem sua vida alterada depois que encontra a garota Melodie. Inicialmente apenas fazendo uma boa ação para a garota, Boris aos poucos vai se apaixonando, e o mais surpreendente, ela também se apaixona por ele. 

A trama é simples, mas são seus desdobramentos e, principalmente, o desenvolvimento dos personagens que é realmente genial: se Boris é aquele tipico cara que adoramos odiar nos filmes, e sua reação a declaração de amor de Melodie (Você está louca?) realmente sugira que ele não tem nenhum interesse romântico pela garota, o filme encontra uma maneira natural e sublime para mostrar como ele decide permitir que o relacionamento dos dois aconteça. 

E Larry David não facilita em nada a tarefa de gostarmos dele, demonstrando uma prepotência divertidíssima, principalmente nas cenas metalinguisticas, David diverte com seu tom sempre irônico nas falas (e sinceramente, qualquer cena em que ele ensine crianças a jogar xadrez me fez chorar de rir). Enquanto isso, Evan Rachel Wood faz um equilibrio delicado entre uma garota dondoca do interior, mas que se mostra bem espertinha em alguns assuntos, algo fundamental para a história. 

Vale também dizer que, apesar do tom do filme ser obviamente uma comédia escrachada, Allen lida com questões sérias, e há um clima de melancolia que contribui de maneira intensa para a história, principalmente no seu ato final. Repleto de tiradas inspiradas, e cenas que, fora do filme renderiam curta-metragens engraçadíssimos (principalmente a cena entre o pai de Melodie e um rapaz num bar), Tudo Pode Dar Certo é um extraordinário exemplo de como Woody Allen é capaz de fazer filmes magníficos quando quer. E o quanto seus filmes são melhores... quando... não... tem ele... 

NOTA: 9

2 comentários:

Marconi disse...

Woody acertou a mão mais uma vez.
O velinho tem muito o que dar ainda para o cinema.
http://cinespaco.blogspot.com/

annastesia disse...

Sou fã de Woody desde os 12 anos e em um certo momento cheguei a pensar que já estava no piloto automático. Até que nos entrega filmes deliciosos como esse.

Real Time Web Analytics