O Traidor (2008)


Gostei de O Traidor, e da idéia que passa, mas em busca de achar um politicamente correto a todo momento, o filme escorrega. Não há um diálogo sequer que não venha acompanhado de um rápido comentário benevolente: quando um policial questiona a violência dos muçulmanos (ao generalizá-los), um outro personagem lembra da KKK, que usava da cruz para seus atos de violência. Sim, não estou reclamando do filme buscar um contexto justo para sua história, mas isso está presente em quase TODOS os diálogos. E outra coisa que não ajuda muito, é que o roteiro acaba se revelando um pouco previsível da metade para o final, quando revela uma informação importantíssima muito antes de ser a hora certa.

O tal do traidor é o personagem de Don Cheadle, um homem que aparentemente trabalha em parceria com um grupo terrorista islâmico, que começa a ser investigado por um agente do FBI, interpretado por Guy Pearce. O filme utiliza uma história simples para tentar ser o que foi Zona Verde recentemente: um filmaço de ação, que também mostre os bastidores da guerra ao terror (ou guerra de terror, como diria nosso querido Borat). Mas O Traidor escorrega em sua pretensão, apesar da performance indiscutivelmente brilhante de Don Cheadle, que tem uma cena fabulosa quando é informado de quantas mortes aconteceram num atentado que organizou. Pena que Guy Pearce, outro ator que sempre admirei, parece estar interessado  apenas em fazer o básico; sua atuação é boa, mas está longe de seus outros trabalhos.

O filme tem momentos excelentes, principalmente os que envolvem o personagem de Cheadle com um amigo que ele faz no grupo terrorista (e a ligação entre os dois é o que há de melhor), ou o brilhante diálogo em que o policial interroga a mãe do "traidor": enquanto conversam, ambos atacam sutilmente a crença do outro, apenas para que o próprio ataque se volte contra si mesmo: um diálogo inteligente e repleto de sutileza, que mostra o que O Traidor poderia ter sido; pena que grande parte seja como o que descrevi no primeiro parágrafo.

NOTA: 7

0 comentários:

Real Time Web Analytics