Testemunhas de uma Guerra


Mark e David, dois experientes fotógrafos de guerra, vão ate o Curdistão, e depois de semanas fotografando apenas o processo de triagem no hospital, acabam se separando quando ocorre a primeira ofensiva iraquiana, já que David não quer correr riscos pois sua mulher em breve dará a luz ao seu primeiro filho, e resolve voltar para casa, enquanto Mark está ali justamente para registrar a ofensiva. Mas Mark acaba se ferindo gravemente e volta alguns dias depois. Só que descobre que David, mesmo voltando alguns dias antes, jamais chegou em casa, ou deu qualquer notícia. 

Dirigido pelo talentoso Danis Tanovic (de Terra de Ninguém e Inferno), Testemunhas de uma Guerra é um belíssimo estudo de personagem sobre o trauma de guerra, algo que é beneficiado pela atuação magnífica de Colin Farrell, que interpreta Mark com o mesmo talento que vêm mostrando em seus últimos trabalhos, como O Sonho de Cassandra e Na Mira do Chefe. Aliás, o diretor ainda aproveita bem a dedicação física de Farrell ao projeto (já que, claramente perdeu muito peso) criando uma cena belíssima na qual depois de ter chegado em casa, sua esposa o encontra na banheira, dormindo. Enquanto a banheira se esvazia, aos poucos ela vê o tamanho das cicatrizes em seu corpo.

Outras boas escolhas de elenco são Branko Djuric (de Terra de Ninguém) como o médico responsável por matar os pacientes que nao tem salvação, Paz Vega (belíssima) que vive a esposa de Mark e, principalmente, o grande Christopher Lee que interpreta o psicólogo que ajuda o protagonista.

Contando com alguns problemas pontuais de roteiro (como um diálogo expositivo entre as esposas dos fotógrafos, em que analisam o trabalho de ambos), Testemunhas de uma Guerra é um ótimo lançamento que foi jogado de qualquer jeito nas locadoras. Mas fazer o que... foi lançado, então aproveitem.

NOTA: 8,5

0 comentários:

Real Time Web Analytics