Filmes que assisti e não tive tempo de escrever...

...e que prometo escrever sobre eles com mais cuidado em breve, ok?


Abismo do Medo (The Descent - Dir. Neil Marshall) - Sem dúvida, um dos melhores filmes de terror da década passada. Brilhante e claustrofóbico. NOTA: 9

O Amor pede Passagem (Management - Dir. Stephen Belber) - A idéia era boa. Pena que o diretor não confiou na história e encheu o filme de momentos patéticos para fazer humor fácil. NOTA: 3

Anti-Herói Americano (American Splendor - Dir. Robert Pulcini e Shari Springer Berman) - Misturando ficção com linguagem documental, é um grande filme, subestimado e pouco visto. NOTA: 10

A Todo Volume (It Might Get Loud - Dir. David Guggenheim) - Raro exemplo de documentário que poderia ter cinco horas a mais, e jamais cansaria. NOTA: 10

A Conquista da Honra (Flags of our Fathers - Dir. Clint Eastwood) - Eastwood é um diretor fantástico, mas esse não era um filme pra ele. E além disso, a não linearidade do roteiro atrapalha o envolvimento com a história. NOTA: 7

Encontro de Casais (Couples Retreat - Dir. Peter Bilingsley) - Um bom elenco salva um filme? Repense este argumento depois de ver esta desgraça. NOTA: 0

O Fada do Dente (The Tooth Fairy - Dir. Michael Lembeck) -  Bobinho, inocente e divertido, mas é recomendável só para crianças. NOTA: 6

O Fantástico Sr. Raposo (The Fantastic Mr. Fox - Dir. Wes Anderson) - Assim como Onde Vivem os Monstros, é uma visão existencialista e adulta em cima de uma história infantil. Interessante e divertido.  NOTA: 8

Huckabees - A Vida é uma Comédia (I Heart Huckabees - Dir. David O. Russell) - Imaginem uma versão de Magnólia realizada pelo Monty Python: sim, o filme é bom assim! NOTA: 10

Idas e Vindas do Amor (Valentine's Day - Dir. Garry Marshall) - É até divertido no início, mas se torna arrastado e entediante como poucos. NOTA: 2

Nathalie X (Nathalie ... - Dir. Anne Fontaine) - A premissa é boa, e o filme se desenrola bem até o terceiro ato, quando termina de forma simplista e desinteressante. NOTA: 5

Planeta 51 (Planet 51 - Dir. Jorge Blanco) - Faz compania perfeita a Monstros Vs. Alienígenas. Divertido e inusitado. NOTA: 7,5

O Psicólogo (Shrink - Dir. Jonas Pate) - Prentensioso e muito menos inteligente do que imagina ser. Mas tem momentos magníficos com Kevin Spacey e Robin Williams. NOTA: 6

Quase Famosos (Almost Famous - Dir. Cameron Crowe) - Sublime. Obra-prima incontestável. NOTA: 10

O Reino (The Kingdom - Dir. Peter Berg) - Era para ser um filme de ação politicamente engajado. Saiu uma versão bizarra de Esquadrão Classe A. NOTA: 6

Os Sonhadores (The Dreamers - Dir. Bernardo Bertolucci) - Uma declaração de amor emocionante e envolvente ao cinema de Bernardo Bertolucci. Pena que a história não faça juz ao talento do diretor. NOTA: 8

Tentação (We Don't Live Here Anymore - Dir. John Curran) - Um filme maturo e surpreendente sobre infidelidade, que só tropeça no ato final. NOTA: 8

Últimos Dias (Last Days - Dir. Gus Van Sant) - Uma cinebiografia original e inusitada: Kurt Cobain vira um andarilho, falando sozinho em meio a pântanos neste trabalho brilhante de Gus Van Sant. NOTA: 9

Vidas Cruzadas - As Vidas Íntimas de Pippa Lee (The Private Lifes of Pippa Lee - Dir. Rebecca Miller) - Rebecca Miller mostra a mesma energia e criatividade mostrados em O Mundo de Jack e Rose, criando mais um filme emocionante e imperdível. NOTA: 9

2 comentários:

Marconi disse...

Quase sempre concordo com suas opiniões. "Quase faosos" é um clássico mesmo. Eu gosto muito. Vou tomar os outros que não vi como dicas.
http://cinespaco.blogspot.com/

S. disse...

O legal de "Quase Famosos" é que quanto mais você gosta de rock e da história da banda original, melhor fica o filme!

Acabei de fazer um blog e estou divulgando, se puder dar uma lida. http://cinemasemfirulas.blogspot.com

Real Time Web Analytics