O Desinformante


Sinceramente, até agora não consigo acreditar que a história deste O Desinformante tenha sido baseada em fatos reais, e isso não é um demérito do filme mas sim... um grande WTF?? Contando uma história divertida e surpreendente, claro, este novo filme do diretor Steven Soderbergh é uma comédia que satiriza um dos principais temas do zeitgeist do cinema: as grandes corporações como as grandes vilãs de tudo que há de ruim do mundo.

Matt Damon interpreta Mark Whitacre, vice-presidente de uma empresa que trabalha com milho. Para explicar um vírus que está atrapalhando a produção da empresa, ele inventa uma mentira, que se esticará tanto e por tanto tempo, que ele se transformará num informante do FBI sobre um possível caso de cartel internacional. 

Atuando de maneira fascinante, Matt Damon é o grande destaque do filme, e só a cena em que ele é confrontado por um agente que tem provas de uma de suas mentiras (das menores, diga-se de passagem) já deveria lhe valer uma indicação ao Oscar. Gordinho e com um bigode divertido, o ator consegue o mérito de nos manter torcendo por ele, até mesmo quando ao final, somos surpreendidos pelo tamanho colossal das cagadas do infeliz.

Steven Soderbergh adota uma direção discreta, mas inteligente, utilizando sempre enquadramentos que dão a entender que o personagem está sendo observado de alguma maneira (salientando a paranóia do protagonista), e o uso da divertida trilha sonora é um dos melhores acertos do filme. Só é uma pena que o longa utilize demasis de narrações em off, principalmente para mostrar a dificuldade de concentração do protagonista (algo que foi feito de maneira muito melhor em Preciosa), e que o final acabe se arrastando muito mais do que deveria. 

Mesmo assim, a história de O Desinformante é tão... WTF? que merece ser conferido, e se já é difícil levar o protagonista a sério desde o início, é impressionante que o governo americano, as grandes corporações, a mídia e o FBI tenham caído no golpe de Mark Whitacre já que... nem mesmo ele parece saber o que fez o tempo todo.

NOTA: 8

3 comentários:

Rafael Magnani disse...

'A caçada', com Richard Gere e Terrence Howard também não parece baseado em fatos reais, de tão absurdo que é.

Dave Coelho disse...

Definitivamente, Steven Soderbergh não é o meu preferido. Os filmes dele são, quase sempre, muito cansativos, meu. Não cansativos de um jeito scorseseano, nem davidlynchiano. Mas de um jeito "deixa ver qto tempo falta pra acabar".
Problema meu.

Abraço, Lipka!

Tiago Lipka disse...

Poxa Dave, logo vc que parecia ter um gosto tão bom... hehehehe...

Zoeira, Abraço!

Real Time Web Analytics