Insônia


Depois de dirigir o magnífico Amnésia, Hollywood fez a Christopher Nolan o que parece ser o grande teste para os diretores: fazer um bom filme com um roteiro mediano, que no caso ainda era um remake. Para sorte de Nolan, o roteiro de Hillary Seitz tinha uma estrutura curiosa o suficiente pata o diretor criar um ótimo filme, que mesmo longe da qualidade de suas outras obras, ainda é boa o suficiente para ser melhor que 90% do que Hollywood produz no gênero.

Apesar de algumas obviedades, principalmente no nome do protagonista (Will Dormer? Sério?), a trama é simples e o desenvolvimento dos personagens é cooerente, e há bastante espaço para o diretor "brincar", principalmente na maneira como a falta de descanso começa a afetar o protagonista: da cena em meio a uma estrada na qual ele tem uma alucinação, passando pela dificuldade de concentração em meio ao trabalho, mostrando planos fechados de vários objetos espalhados pelo local ao invés dos atores, Nolan realiza um trabalho invejável na direção.

Al Pacino faz um trabalho fantástico, e sua química com Robin Willians é suficiente para criar uma tensão fortíssima, que engrandece o filme na segunda metade. Mas por mais talentosa que Hillary Swank seja, é fato que o filme sempre enfraquece quando a trama se concentra em sua personagem. Talvez porque o filme seria melhor se fosse subjetivo do personagem de Pacino, ou talvez ela não esteja tão bem assim, mas realmente não importa. 

O que importa é que Nolan passou no teste, e passou bem. E não é a toa que ele tenha se tornado o grande diretor que é hoje, afinal, ele sempre foi.

NOTA: 8,5

3 comentários:

Thiago disse...

Não entendi o que você quer dizer com a obviedade do sobrenome do protagonista, "Dormer". Por favor, explique. Até onde eu sei é um sobrenome como qualquer outro, ou um tipo de janela/clarabóia.

Tiago Lipka disse...

Latim.

Thiago disse...

Certo, mas continua sendo "esticar um pouco". Daria pra pegar filmes como "Matrix" e falar -- Neo, really? -- e por aí afora. Se bem que o até no "Inception" a galera criou teorias sobre nomes e arquétipos de cada personagem, vai ver o Nolan curte ser óbvio. ;)

Real Time Web Analytics