A Onda



A Onda conta a história de um professor rebelde que realiza um trabalho com sua classe sobre Autocracia aplicando as mesmas características desse tipo de governo na sala de aula. Logo, os alunos acabam levando a sério demais e começam a se levar pelo estilo de vida fascista. O mais impressionante? Isso aconteceu em apenas seis dias.

Infelizmente, A Onda apresenta o mesmo problema de outro filme "político" alemão lançado nessa década, Edukators: é incrivelmente ingênuo quanto a sua mensagem. Aliás, se retirarmos todos os aspectos políticos da história, o filme se pareceria muito mais com um episódio de Malhação do que com outro grande filme sobre professores como Entre os Muros da Escola.

Jürgen Vogel faz um excelente trabalho como o professor e é em seu personagem que o filme ganha força: afinal, jamais sabemos se conforme a história se passa, o professor começou a acreditar em sua posição como "führer", ou se tudo faz parte de seu plano. Infelizmente, a maneira como o filme retrata os alunos é superficial, e até estúpida em alguns momentos, e me refiro principalmente as duas alunas que ficam de fora do movimento: se uma parece ir contra só por ser uma mala sem alça, a outra só fica contra ao notar que seu namorado começa a se rebelar dentro do relacionamento, logo eleger essas duas garotas como heroínas da história é quase patético.

O filme tecnicamente é surpreendente, principalmente pela fotografia que é excelente. Infelizmente, A Onda jamais arrebata de verdade, e mesmo se baseando em fatos reais, o filme força a barra ao máximo para retratar as consequências do caso, principalmente pelo roteiro e sua má construção de personagens e pior, esquece de fazer a pergunta mais importante da sua história: assim como Gus Van Sant perguntou em Elefante, a discussão deve ser sobre as influências externas que levam os jovens a violência ou a facilidade com que eles conseguem armas?

NOTA: 7

1 comentários:

O Cara da Locadora disse...

Gostei da resenha, achei realmente pouco crível tudo que aconteceu a forma em que foi mostrado... Mas não deixa de ser um bom filme...

Real Time Web Analytics