Atividade Paranormal



A grande sacada de Atividade Paranormal está em apostar no formato mockumentary, já que sua trama aos poucos se revela muito mais clichê do que deveria. Mas este filme de estréia do diretor Oren Peli é uma experiência marcante e assustadora como poucos filmes de terror conseguiram. Além disso, Atividade Paranormal lembra o exercício praticado por Michael Haneke no excelente Caché, ao manter o público nervoso e angustiado em seus planos longos e estáticos.

O filme já começa bem ao não enrolar o espectador e situar rapidamente a história: um casal que vem vivendo experiências assustadoras em casa resolve comprar uma filmadora para ver o que acontece na casa enquanto estão dormindo. Conforme os dois vão confirmando as suspeitas de que existe algo na casa os assombrando, a tal entidade-fantasma-demônio-exú-sei-lá-o-que começa a assombrá-los de maneira cada vez mais perturbadora.

É uma pena que o filme seja tão montado e certinho (principalmente nos diálogos), mas nem isso atrapalha a sensação de que estamos testemunhando um casal de verdade enfrentando seus demônios (num duplo sentido bacana, não?). Aliás, os atores Katie Featherston e Micah Sloat não são atores sensacionais, mas tem uma excelente dinâmica que torna o filme interessante de acompanhar.

Já o melhor aspecto do filme está em sua fotografia inteligente: se de início, o filme estabelece de maneira inteligente que as cenas mais normais são de dia com uma fotografia "descuidada", e as mais assustadoras serão no azul com a lente grande angular, o filme se revela infinitamente mais tenso quando começa a inverter a brincadeira, gerando uma tensão insuportável, complementada pelo brilhante uso dos efeitos sonoros.

No fundo, o filme é um conto moralista (ou um cautionary tale), assim como A Bruxa de Blair : se neste último os três jovens são punidos por não respeitarem a tradição local, aqui são punidos por mexerem com o desconhecido. Mesmo assim, Atividade Paranormal se revela uma ótima surpresa para os fãs do gênero terror e do mockumentary, e se o filme peca no final ao colocar legendas tentando nos convencer de que testemunhamos algo de verdade, há inteligência sobrando no desenrolar desse ótimo filme para manter nossa atenção do início ao fim.


NOTA: 8,5

1 comentários:

Mari disse...

Quase morri assistindo esse filme! Nota 8,0

Real Time Web Analytics