2012



Autor de alguns dos maiores guilty pleasures de cinéfilos dos últimos tempos, Roland Emmerich destrói (de novo) tudo que se encontra a sua frente com fogos, ondas gigantes e tudo mais que estiver no seu arsenal (de novo). Baseado na tal lenda maia que diz que nosso fim será em dezembro de 2012, o filme, er... 2012 é bem-sucedido no que se propõe a fazer: é um filme-catástrofe quase ignorante, tamanha a destruição que é mostrada em seus enquadramentos longos e surpreendentes.

Já esperar uma história interessante no filme chega a ser uma palhaçada, já que se revela quase uma variação de O Dia Depois de Amanhã, com problemas familiares em meio a milhões de mortes por segundo. E o único personagem realmente bom é o divertido maluquete interpretado por Woody Harrelson, cuja animação é provavelmente é a melhor cena do filme, e infelizmente o filme se livra dele muito antes do esperado. John Cusack, Amanda Peet, Chiwetel Ejiofor e Danny Glover são atores sensacionais, mas não tem muito o que fazer aqui (a não ser correr e fazer cara de susto).

O roteiro peca pelo excesso de sub-tramas, que fazem o filme ficar muito mais longo que o ideal (quase 2h40min), mas dá pra perdoar fácil esse pecadilho pelo nível assustador dos excelentes efeitos especiais, que são tão bons quevalem o ingresso.Enfim, 2012 é um bom filme dentro de seu gênero, e quem é fã vai gostar bastante. E quem não é fã do gênero nem do diretor, pelo menos poderá ficar satisfeito com a destruição do Vaticano.


NOTA: 7,5

4 comentários:

Licalilica disse...

Ja falei que adoro suas criticas?

Tiago Lipka disse...

Não, acho que não, mas obrigado pelo comentário e volte sempre =)

NR disse...

tds os blogs q fui sobre cinema estão com posts sobre esse filme HAUHUA

não gosto desse genero de filme apocaliptico. Não me sinto bem vendo filmes assim, mas como andam falando muito ando pensando se vou ver ou não ainda.

Who? disse...

Só faltou uma coisa para os efeitos especiais ficarem perfeitos:

A equipe de efeitos ter mais referências de vídeos de implosões que não deram certo porque os prédios se dobrando e quebrando sem levantar muita poeira não convenceu e ficou meio Godzilla.

Outra coisa: É dezembro e Londres cancela os Jogos Olímpicos?

Real Time Web Analytics