Território Restrito



Chega a ser lamentável ter que escrever que minha experiência com Território Restrito foi um pouco frustrante, explico: Com um elenco excelente e um tema importante narrado de forma interessante (pense em Traffic sobre os imigrantes nos Estados Unidos). Infelizmente, o roteiro de Wayne Kramer (que também dirige o filme) é cheio de conflitos desnecessários e uma construção um pouco preguiçosa dos personagens.

Ao mesmo tempo, porém, o roteiro tem diálogos brilhantes e a cena do assalto a uma loja de conveniência pelos assaltantes orientais deve entrar na lista de melhores cenas do ano simplesmente pelo excelente diálogo no desfecho. É uma pena que cenas como essa sejam exemplos isolados na obra, que usa de romances bobos para criar interesse (e nenhum deles funciona, de fato).

E assim como em Up - Altas Aventuras, os personagens são muito melhores que o filme, e os destaques vão para Harrison Ford e Cliff Curtis como a dupla de policiais da Imigração, que cada um parece viver num mundo de conflitos e contradições pura e simplesmente pela função que exercem, e se o roteiro falha ao desenvolver este lado da história, é a atuação dos dois que consegue contar tudo isso e mais um pouco em poucos diálogos (e Cliff Curtis certamente merecia uma indicação ao Oscar de ator coadjuvante).

O melhor do filme, porém, é a história da adolescente árabe que, simplesmente ao tentar dialogar e raciocinar sobre as motivações dos terroristas do 11 de setembro (num outro momento genial do filme) é acusada de ser uma ameaça aos Estados Unidos pelo FBI: se por um lado o conflito se mostra um pouco esquemático (o FBI parece não ter muito o que fazer hoje em dia, diga-se de passagem) é impressionante como toda a idéia do filme, e toda a sua relevância se resumam na história dessa personagem e de sua família.

Uma pena que o diretor não viu isso, mas que bom que alguém teve a coragem de dizer o que foi dito em meio a um filme hollywoodiano. Pena que o resultado geral, não seja tão grandioso quanto o esperado.


NOTA: 7,5

1 comentários:

Mari disse...

Gostei, poderia ter sido melhor, mas gostei. Acho tbm q poderiam ter mostrado mais coisas do personagem da Alice Braga. Nota 8,0

Real Time Web Analytics