Quase Irmãos




É um filme bobinho, beira a idiotice completa, mas é muito engraçado e o resultado geral é bem positivo. Dirigido por Adam McKay, que também realizou o ótimo Ricky Bobby que também contava com a ótima dupla formada por Will Ferrell e John C. Reilly, Quase Irmãos lembra muito o nonsense de Escorregando Para a Glória, e também a ótima montagem, que ajuda com que a história se desenvolva bem em meio a tanta babaquice.

Quase Irmãos tem excelentes piadas e já é um sucesso desde a foto de seu cartaz, com os dois atores. Com um dos clímax mais inusitados e divertidos dos últimos tempos, conta a história de seus personagens, dois quarentões que não saíram da casa dos pais (algo bem comum, aqui onde eu moro... hum hum...). Ferrell e Reilly fazem o filme funcionar com suas atuações inusitadas, chegando ao limite dos adultos-que-não-cresceram. Mas talvez o mais bacana do filme seja o fato de que por trás de todas as cenas... bem... muito erradas da cabeça (como os personagens se pegando na porrada com crianças ou o desfecho da cena de sexo no banheiro) se encontre um filme com uma moral bonitinha.

Mesmo não sendo nenhuma obra-prima, já que nem chega a se destacar em meio ao monte de comédias excelentes que tem saído ultimamente, Quase Irmãos é engraçado e divertido o suficiente para ser uma boa recomendação.

NOTA: 8

1 comentários:

O Cara da Locadora disse...

Acho que até já disse isso aqui, sou um fã confesso do Will Ferrel e esse filme m egerou MUITAS gargalhadas...

Abraços...

Real Time Web Analytics