Mais Estranho que a Ficção




A simples idéia de brincar com a narração em off, com o protagonista ouvindo tudo que está sendo dito já é bacana. Mas o filme se revela bastante ambicioso em sua temática, e faz de Mais Estranho que a Ficção uma obra memorável, que mesmo claramente influenciada pelos roteiros bizarros de Charlie Kauffman, se distingue destes pela frieza com que seus temas dramáticos são retratados.
Negrito
Mesmo tendo todo o visual de comédia (e até Will Ferrell no papel principal), Mais Estranho que a Ficção se revela um curioso estudo de um personagem "nada literário", com que aos poucos vamos nos identificando. E a atuação de Ferrell é uma baita surpresa, mesmo não sendo uma surpresa saber que grandes comediantes são grandes atores também. Emma Thompson e Dustin Hoffman também estão perfeitos (pra variar).

Dirigido pelo eclético e talentoso Marc Forster (de Em Busca da Terra do Nunca e A Última Ceia), Mais Estranho que a Ficção é um filme inusitado que merece ser conferido. É uma obra criativa interessante e corajosa de um jeito que poucos filmes o são. E mesmo sendo uma baita viagem na maionese, acredite que essa viagem vale a pena.


NOTA: 9

3 comentários:

Mari disse...

Sensacional. Nota 10!

O Cara da Locadora disse...

Excelente filme... Como fã do Will Ferrel (sim, fã, dos trabaslhos mais imbecis, rs) posso dizer sem exageros que esse é o melhor filme com o ator...

Abraços...

Tiago Lipka disse...

Também sou grande fã dos filmes imbecis de Ferrel (escrevi sobre o ótimo Escorregando para a Glória também).

Abraço o/

Real Time Web Analytics