Contraponto



A alguns anos atrás, saiu um jogo de PC baseado em Alice no País das Maravilhas, em que toda a trama da história virava algo sombrio, e não foi a toa que tentaram produzir um filme sobre o jogo, que acabou não indo pra frente. Mas ainda bem que não fizeram isso, pois este Contraponto do gênio (ex-Monty Python) Terry Gilliam é uma subversão, não apenas do famoso conto, como de todos os filmes sobre a inocência da infância. Não é um filme de terror por muito pouco.

É mais do que lamentável que a crítica tenha torcido o nariz para o filme e que ele não tenha feito sucesso nos cinemas. Em todos os níveis, roteiro, direção, montagem, fotografia, trilha sonora e atuações é perfeito. A atriz mirim Jodelle Terland atua como uma garotinha de verdade, simpática e vaidosa, e justamente por isso, sua interação com o universo que a cerca (o pai viciado em heroína; o epilético piromaníaco, etc.) é o que traz a tensão quase insuportável do filme.

Toda a trama de Contraponto é inusitada, as vezes beira o demente. Humor negro e maldade pura se misturam. Gilliam parece fazer uma mistura de Medo e Delírio com Bandidos do Tempo: o frenético e insano do primeiro (e até a atuação de Jeff Bridges lembra a de Johnny Depp), e a melancolia e terror dos contos de fada do segundo.

Contraponto é uma obra de arte extremista e magnífica, e apesar disso, consigo entender perfeitamente o porque várias pessoas não gostariam do filme. Mesmo assim, confio que em uns... 10 anos, muita gente vai olhar pra trás e se arrepender de ter deixado esse filme insano para trás.

NOTA: 10

3 comentários:

Ibertson Medeiros disse...

Faz um bom tempo que tenho ele na coleção, mas ainda não vi.
Gostei bastante do game American Mcgee's Alice e se possuir o mesmo clima de insanidade nesse filme, tem tudo para eu gostar muito.
Sem contar que sou fã do Terry Gilliam.

Mari disse...

Meu Deus...que filme sensacional. Um dos filmes mais do mal que eu já assisti, fiquei angustiada durante todo o filme. Terry Gilliam é um gênio!
Nota 10! =)

Tiago Lipka disse...

Ibertson, a relação com Alice no País das Maravilhas é explícita, mas a relação que coloquei no texto com o game foi principalmente pelo clima de insanidade. =)

Abraço o/

Real Time Web Analytics