A Idade do Ouro


 

"Estou tão feliz, tão feliz por ter matado as crianças de nossa nação..."

Obra-prima maravilhosa. Ao contrário de Um Cão Andaluz, tem uma narrativa (simples, mas tem) e mostra o lado contestador de Luis Buñuel, crítico ferrenho da sociedade, conformismo e religião, sem falar das fortes e reprováveis políticas dos países europeus na época. É um filme sem uma história definida, parece mais um esboço de várias críticas. Há cenas maravilhosas como a marcha dos soldados aleijados, o sexo na lama, e o suicídio filmado de maneira bizarra e única.

NOTA: 10

0 comentários:

Real Time Web Analytics