Dançando no Escuro



É uma voadora de Lars Von Trier com os dois pés no peito do Tio Sam. Em Dançando no Escuro, Von Trier usa e subverte de um gênero cinematográfico do qual os Estados Unidos tanto se orgulham: os musicais. Mais do que inusitado imaginar o diretor fazendo um musical, mas acredite: Após assistir, você não vai sentir nada do que está acostumado a sentir num filme do gênero. A sensação é que a obra nos esgota emocionalmente, o último ato é quase uma tortura emocional.

Lars Von Trier tem muitos detratores que adoram provocá-lo simplesmente chamando-o de arrogante (fato do qual ele parece se gabar em Dogville, aliás). Mas não dá pra ignorar um filme dele. Ele pertence a uma classe especial de diretores de forte opinião, em que sutileza nem sequer é cogitada. Lembra Spike Lee, por exemplo. Junto com o maravilhoso Ondas do Destino, Dançando no Escuro é um filme emocionante, mesmo com a postura fria e racional do diretor.

Mérito de Bjork que em sua atuação consegue transmitir um oceano de emoções. Aliás, todo o elenco merece destaque pela sua identificação a obra. David Morse, um ator que não tem como entender como nunca foi visto como um ator genial, mostra uma atuação contida, profunda, coisa de ator com A maiúsculo.

Curiosamente, os números musicais do filme são sempre orgânicos a narrativa e ao contrário do resto de filmes do gênero, Dançando no Escuro encontra maneiras sempre acertadas para mostrar seus atores cantando e dançando. A cena da canção em meio a uma ponte na passagem do trem é sublime. E a penúltima música (quem viu, vai entender) é uma verdadeira aula de dramaturgia. É um filme obrigatório, seja para amar ou odiar.

NOTA: 10

2 comentários:

Mari disse...

Que raiva desse filme!!!! O filme é genial, perfeito...Mas faz doer na alma. Achei que eu ia morrer de tanto chorar nesse filme. Lars Von Trier é realmente bom em mostrar injustiças.
Filme maravilhoso. E palmas para Bjork!
Nota: 10

Anônimo disse...

Muito boa a critica, assisti o filme e me senti arrasado e a sensação foi arrasadora e que me fez pensar muito sobre a ignorancia do ser humano.

Recomendo mas esteja preparado

Real Time Web Analytics