História Real



A prova maior de que David Lynch não é só um dos grandes diretores da atualidade, mas um dos artistas com maior sensibilidade dos últimos anos. É uma reflexão amarga, melancólica e generosa sobre a passagem do tempo, marcada no filme pelo rosto de Richard Farnsworth. É um dos casos em que ator e personagem se confundem: Mickey Rourke em O Lutador, Clint Eastwood em Os Imperdoáveis. Uma atuação sutil, maravilhosa.

Conta a história do senhor louco varrido Alvin Straight que atravessou um estado dos EUA em um cortador de grama para rever o irmão. O filme anda na mesma velocidade que o personagem. A câmera anda suavemente, revela paisagens lindas e seus detalhes. A travessia do Rio Mississipi mostra cada detalhe da ponte, de maneira maravilhosa.

É também uma obra sobre humanidade, bondade, sobre família. Uma obra de arte que suspira emoção. Lynch se mostra um diretor carinhoso e com imensa compaixão pelo personagem, e essa emoção fica transparente para o público. Filme maravilhoso, talvez o melhor do diretor, certamente o mais emocionante.

NOTA: 10

0 comentários:

Real Time Web Analytics