Crupiê - A Vida em Jogo



Sacana e inteligente. Mike Hodges, dono de uma carreira no mínimo irregular realiza seu melhor trabalho em Crupiê - A Vida em Jogo. O filme é existencial sem ser chato e repleto de informações sem ser didático. O roteiro é curto e o final não se enrola, está no lugar certo. É completamente racional, não emociona, como seu protagonista, Jack, interpretado por Clive Owen.

Aliás, Owen está tão magnífico. Sua atuação é genial, comanda o filme, carrega ele nas costas até quando a história não ajuda. Mesmo com seus desvios narrativos bobos e desnecessários, nos interessamos pelo que vai acontecer graças ao ator.

Crupiê é um filme que merece ser visto mais de uma vez, estudado pela bela estrutura (mesmo que um pouco falha em alguns momentos). É uma pequena aula de cinema que vale a pena assistir.

NOTA: 9

0 comentários:

Real Time Web Analytics