Os Indomáveis



James Mangold parece ser um cara gente fina. Tá, estou falando de um diretor de cinema, poderia fazer um elogio mais coerente, mas quando leio o nome dele penso nisso. Por mais eficientes que sejam seus filmes, nenhum alcança a genialidade ou algo assim. Cop Land por exemplo, fez de Sylvester Stallone um ator de verdade, a ponto se destacar num filme que ainda conta com Robert DeNiro, Harvey Keitel e Ray Liotta. Garota, Interrompida lançou Angelina Jolie. Identidade e Johnny e June foram bem recebidos e tem seu público fiel. Mas... enfim... Nenhum destes é lembrado como um filme de James Mangold, entendem? Talvez seja falta de ousadia, falta de uma marca forte na direção... mas competência esse sujeito tem de sobra.

Em Os Indomáveis, somos apresentados a Dan Evans (Christian Bale), um fazendeiro falido, que vê perder respeito que tinha de sua família. Quando recebe a oportunidade de ganhar dinheiro levando o temido bandido Ben Wade (Russel Crowe) para pegar um trem que o levará ao presídio, não pensa duas vezes: Enxergando no ato a oportunidade tanto de salvar-se de suas dívidas, quanto de receber algum respeito, ele embarca no que se tornará uma perigosa jornada.

Nos mostrando mais uma interpretação inspirada, Christian Bale se mostra perfeito como o pobre fazendeiro, assim como Russel Crowe cria Ben Wade com uma perigosa mistura de carisma e violência. Criando cenas de ação muito bem filmadas, e bem realçadas pela trilha sonora (ou mesmo com a ausência dela), Os Indomáveis é um belo exemplar de faroeste, que se não se torna genial pelo excesso de diálogos no final (algo que Sergio Leone não perdoaria), funciona como belo exemplar de filme de ação graças a urgência da situação e a bela situação dramática que é desenvolvida.

NOTA: 8

1 comentários:

AloneInTheMorgue disse...

Preciso ver esse filme, apesar de ser uma refilmagem de um clássico que curto pacas.

Real Time Web Analytics